Município realiza capacitação sobre criação de bezerras

A permanência do jovem no meio rural é imprescindível para o desenvolvimento dos pequenos municípios onde as atividades agropecuárias tem grande importância econômica.

O Município de São João do Oeste está inserido na maior bacia leiteira do estado de Santa Catarina. É um município pequeno onde a maioria das pessoas vivem no meio rural, o leite destaca-se entre os produtos agropecuários de grande importância econômica, a produção de leite movimenta a economia, gera empregos, distribui renda e diminui o êxodo rural no município e região.

Segundo dados da secretaria de agricultura, a produção de leite está presente em 370 propriedades rurais de nosso município, de 2020/2021 a atividade apresentou crescimento de 19% e está no topo das atividades que mais geraram renda (renda bruta) para o produtor rural.

O projeto coordenado pela médica veterinária Denize Ereno, vai ofertar um curso sobre criação de bezerras iniciou-se ainda no ano passado, com a elaboração do projeto, seleção do público alvo, contratação do profissional palestrante e agora estamos na fase de execução que acontecerá em quatro etapas.

São João do Oeste tem se tornado referência em melhoramento genético e produtividade, índices esses alcançados com o programa de melhoramento genético que, implantado em 2005 e coordenado pelo Médico Veterinário Elio Ravazi, com grande adesão dos produtores, com certeza contribuiu muito para a expansão e fortalecimento da bacia leiteira de nosso município, entretanto ainda temos um longo caminho a ser percorrido e podemos melhorar muito as práticas que permeiam o processo de criação de bezerras.

Nesse contexto, atentando para a importância econômica e social que o setor leiteiro possui para o desenvolvimento do município e assumindo que a atividade leiteira está vivendo uma nova era, onde é preciso produzir de forma eficiente e competitiva e o produtor precisa cada vez mais se profissionalizar na atividade, este curso visa promover a capacitação de jovens produtores de leite, acerca da criação de bezerras, para que, através da criação de animais saudáveis e produtivos possam melhorar seu rebanho e aumentar a rentabilidade da propriedade rural. 

A demanda desse curso surgiu da constatação de que a expressividade da população rural do Município de São João do Oeste e a representatividade que a atividade leiteira possui para o movimento econômico do Município, justificam a necessidade da implementação de investimentos em projetos de qualificação dos jovens rurais capazes de contribuir de forma expressiva na busca de soluções que impactem positivamente o planejamento e o desenvolvimento das atividades para que melhores resultados sejam alcançados dentro das propriedades, incentivando a permanência dos jovens no campo e a melhoria da qualidade de vida no meio rural.

Estudo realizado em 2020, com o objetivo de conhecer a perspectiva de sucessão familiar nas propriedades leiteiras do nosso município, identificou que a sucessão familiar nesse setor é um problema a ser enfrentado em breve, pois apenas aproximadamente 25% do total das propriedades leiteiras possuíam, naquele momento, perspectiva de sucessão familiar e 75% das propriedades provavelmente não terão a continuidade de suas atividades garantidas por um membro familiar.

Sendo assim, o curso será dividido em 4 encontros presenciais. O treinamento será subsidiado integralmente pela prefeitura, a inscrição é gratuita, o primeiro módulo ocorrerá no dia 28 de abril, no auditório da antiga feira livre, às 19:30 horas e os demais ainda terão as datas definidas.

Serão abordados os seguintes assuntos: final de gestação e manejo imediato ao parto, colostragem, descorna, cura do umbigo, alimentação líquida e sólida até a desmama, prevenção e tratamento das principais doenças em bezerras, sistemas de alojamento, biossegurança, bem-estar, etc.